quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013




Um comentário:

Mara Ribeiro disse...

É sempre assim...queremos ajudar, mas a única ajudar dos corações desamparados é o tempo. O que tudo transforma e cicatriza.
Bjo no coração.